domingo, 7 de maio de 2017

Ah eu quero tanto tanto


                                                                                 



                                  Ah eu quero tanto tanto que você me aceite do jeito que eu sou....Gosto de usar essa musica nas aulas de biodanza com meus especiais.
Nunca as relações dependeram tanto da imagem. Antes você era excluído por ser baixo ou alto demais. Gordo ou magro demais. Preto ou branco demais. O mundo ( evoluiu ) mas o ser humano parece se acostumar com o fato de não ser humano e cuidadoso nas relações. Hoje você tem que ser idêntico ao outro.
Ontem minha neta dizia para mim que as professoras dela são muito diferentes de mim embora tenham quase a minha idade. Na hora farejei o que vinha nas estrelinhas e expliquei para ela que é assim mesmo, se não obedecermos a um padrão caímos num ostracismo danado de doído. Somando a idade a gente quase pira.
Passei por isso  quando deixei meus cabelos brancos. Sofro porque aposentei os saltos, porque evito maquiagem e porque zelo pelo meu conforto antes de mais nada. Ainda no shopping eu mostrava a minha neta que todas as mulheres parecem gêmeas. Salto alto, calça justinha, Cabelo com luzes, escovado ou alisado, muita maquiagem e decotes. Um exercito. Esperava minha filha e neta experimentarem umas roupas e a fila era toda igualzinha.
Uma coisa lembra ou leva à outra e quanto a  velhice não é diferente. Você deve tomar uma porrada de remédios e se cuidar ( o que se entende por frequentar academias ) É tanto remédio, que são apenas  para prevenção da velhice e tanto rosto com plásticas mal feitas que, as vezes,  assusta , como aconteceu com outra neta minha que olhou para uma senhora no shopping e me perguntou... O que é isso? Ela tinha sete anos na época e ficou sem saber se se tratava de um ser humano.
Triste notícia para essa população que segue o gado. O ser humano está cada vez mais velho quando ainda jovem. Nos finais de semana precisam não fazer nada ( produtivo), balada pode. Estão temerosos e se trancando cada vez mais. O jovem não tem medo porque acredita na vida.Quem não acredita na vida envelheceu e não percebeu. Nunca o uso de antidepressivos foi tão grande, e , infelizmente me incluo nesse grupo.
O termo aposentado vem da vida antiga onde o velho terminava seus dias num aposento. Um quartinho. A gente conhece bem isso, afinal a situação não mudou.Penso que em algum tempo o termo passará para" ligado". Os da terceira idade parecem não suportar mais estar em convívio e se não estão no zap, ou nas redes sociais estão com os fones de ouvido, robotizados caminhando pelas ruas e parques. Eu pergunto: que diferença tem para os que estão na TV ou no aposento?
Solidão gera solidão. O cara se acostuma. As máquinas tem seu valor, mas o corpo a corpo é que nos nutri. Assim como o pão nutri o corpo,  é o beijo que nutri a alma. A maquina ainda não beija.Graças a Deus.
Isso é um desabafo com intenções de alerta. Perdoem me se peguei pesado. A gente se vê!

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Eu? No Face?


                                                                   

Nada como um dia atras do outro para a gente se reinventar.
Não sou de redes sociais. Costumo dizer que gosto do corpo a corpo.
Tanta gente já quis fazer um face para mim e eu declinava discretamente,.
Até que um mes atras fui convidada a expor minhas telas no Cria Brasilia, uma loja séria e bem bolada.
No movimento da exposição a loja postou em varias redes sociais o evento.
Meses antes procurava algo na internet e precisei entrar no face da firma. Não sei como , mas minha foto foi para o face e algumas pessoas mexeram comigo dizendo que já não era sem tempo.
Pois bem, estou lá com pompa e circunstancia, mas devo revelar aqui que ainda estou na fase de mirar o macaco e acertar o coelho.Estou engatinhando.
Venho portanto pedir aos meus queridos que tenham paciência se postei o nome do meu cachorro debaixo da foto de alguma neta .Rsrsrs....
Por enquanto estou curtindo meus primos que não via fazia muito tempo.
Prometo aprender um pouco a cada dia.
Palavra de uma internauta muito descacetada.
Beijo no coração de cada um.

PS Agradeço à Cria Brasilia a oportunidade e aproveito para parabenizar Eunice Pinheiro e Marina Frias pela inauguração da loja de Águas Claras. Imperdível.! Confiram!

                                                                             

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Ano novo. Vida nova?



                                                                           

                           Final de ano. Ano de 2016. Uffa!! Acabou!!
Tanta coisa para repassar. Tantos sonhos perdidos. Quanta esperança.
Recebo todo ano mensagens por zap ou email, que se propõem a nos convencer de que um ano novo sem uma atitude nova continua sendo velho.
Assim fico na esperança de que 2017 vai ser bem mais facil, uma vez que o momento me força a tomar atitudes diferentes.
Tomar as redeas da minha vida, tão esquecida. Tomar a frente nos negocios. Cortar gastos.Fazer novas conexões e principalmente perdoar. Há épocas em que as abelhas não dão mais mel. Bom seria lembrar de todo o trabalho feito outrora.
Pois então já estamos no dia 12 de janeiro e estou tentando mudar minhas atitudes. Deus me proteja de mim, da minha acomodação, da minha preguiça e da minha confiança cega onde já não tiver mais mel.
Desesperar... jamais!
É tempo de viver coisas novas. De estar aberto e construir, seja o que for. Gosto da palavra construção.